.

.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

SÃO ROQUE: MUITOS ADMIRADORES E POUCOS IMITADORES

Por:  Pericles Gomes

São Roque é um dos muitos santos dos quais sabemos muito pouco. O que se sabe é que nasceu na França, por volta do ano de 1295, duzentos anos antes da chegada dos portugueses ao Brasil. Não existem grandes certezas sobre a sua vida, a maior parte dos seus dados biográficos estão envolvidos em mistério. Até o seu verdadeiro nome é desconhecido, já que Roch (Roque) seria o seu nome da sua família e não o seu nome de batismo. Morreu com apenas 32 ou 33 anos. Não foi pregador famoso, não deixou nada escrito, não fundou nenhuma congregação religiosa, apenas viveu o Evangelho de Jesus, e isso foi o suficiente para que muitos o amem e lhe tenha singular predileção, dos quais orgulho-me de fazer parte. 

 É devotado como protetor contra a peste e padroeiro dos inválidos e cirurgiões. A sua popularidade, devido à intercessão contra a peste é grande, sendo orago de múltiplas comunidades em todo o mundo católico e padroeiro de diversas profissões ligadas à medicina, ao tratamento de animais.

Dom Cristiano, bispo emérito de Jequié, nos ajuda com sua reflexão sobre São Roque, assim nos exortou: “São Roque tem muitos admiradores e poucos imitadores. Muitos pedidores e poucos seguidores. Seria bom que seus devotos soubessem alguma coisa da vida dele. Era de família rica, herdeiro de muitos bens. Posso imaginar o jovem Roque a escolher o seu caminho diante do texto sobre o jovem rico que não teve a coragem de aceitar o convite de Jesus para deixar seus bens e seguir o Senhor”.  

É importante ainda lembrar que a devoção popular aos santos faz parte da vida da Igreja. E ela é boa e importante à medida que nos encaminha para Nosso Senhor Jesus. Volto mais uma a vez a Dom Cristiano: “Não sei se os santos querem ser elogiados e cantados. Mais que admirados, querem ser imitados. Mais que ajudar-nos a resolver os nossos próprios problemas, os santos querem ajudar-nos com seu exemplo de uma vida dedicada aos outros. Mais que devotos aos santos, o mundo quer cristãos como eles”.

Nos nossos dias são grandes o número de pestes que São Roque precisa nos livrar e extirpar para longe da nossa gente. A peste das drogas lícitas e ilícitas que tem destruído vidas e famílias, a peste da fome que mata todos os dias milhões de irmãos nossos e como disse o papa Francisco na Evangelli Gaudium: “Nosso Senhor continua nos dizendo: Dais-lhes vós mesmos de comer” (cf.Mt 14, 13-21), a peste da ganância e da indiferença que é fruto do fechamento e do egocentrismo. São muitas as pestes e nesse seu dia, pedimos a São Roque que nos olhe generosamente e como no canto: “leva a Jesus nosso brado contra o contagio da peste”.

Hoje mais do que nunca, carecemos da sua intercessão. Por isso, humildemente pedimos e dizemos: São Roque rogai por nós, intercedei por nós. E Viva São que!

Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.

domingo, 14 de agosto de 2016

TANTO VILMA BISPO QUANTO AMAURI LEÃO NÃO SÃO LÍDERES CRIADOS E NEM TÃO POUCO FAKES.

VILMA E SUAS FILHAS VANESSA E MUNIQUE
Por: Leandro Bahiah.
Imagem: Internet.

Vilma Bispo, é um ser carismático, uma mulher equilibrada, comprometida no que predispõe-se a fazer, sua serenidade denota-se através do seu falar, dos seus gestos comedidos - é realmente uma pessoa especial e, que faz a diferença na nossa comunidade. É inteligente, percebe-se que é também politizada, já que todos nós somos seres politizados, mas alguns por desconhecimento teimam a não exercer este direito. A cada decisão que tomamos é um ato político.
Vilma Bispo não furta-se de dar a sua opinião, isso é muito bom, de perfil conciliador, põe respeito e tem como legado, o seu exemplo de vida como: mulher religiosa, esposa, mãe, e tudo isso, orgulha-me de tê-la não só como irmã de fé, mas, também como companheira de luta. E por todos os motivos citados acima, votaria sem titubear em Vilma Bispo, porém neste momento, Amauri Leão tem não só o meu apoio, como também tem o meu voto. O projeto Amauri Leão está maduro, ou seja, muito anos atras fora lançado esta semente que germinou e agora resta-nos colher os frutos.
Felizmente a comunidade de Ibitupã abraçou este projeto como seu e, que de fato é, entendeu? O bom desta história toda: é que tanto Vilma Bispo quanto Amauri Leão tem os mesmos anseios, ou seja, melhorar a vida das pessoas e do seu distrito, e não são líderes criados e nem tão pouco líderes fakes. O momento é de ter cuidado com aqueles (as) que não sabem de que lado estar, são maus conselheiros (as) e não tem capacidade de concorrer nem a vaga de porteiro do cemitério de Ibitupã. Jamais interessa-os o bem de Ibitupã, querem apenas tumultuar e atender seus interesses.
AMAURI E SUA IRMÃ RAFAELA
O surgimento de novas lideranças me deixa feliz, e mostra que a causa não estar perdida. São pessoas que até pouco tempo - os ibitupaenses não ouvia suas vozes, e nem tão pouco conhecia suas ideias e pensamentos, e muito menos sua capacidade de indignar-se diante das mazelas, da inaptidão dos antigos e do desejo dos mesmos de sempre querer perpetuar-se no poder. Estas lideranças que aí surgem e que não foram criadas, surgiram da necessidade, surgiram em consequências destes componentes negativos elencados acima. E espero que estas novas lideranças formem novos lideres e não seguidores. E neste contexto surge Amauri Leão e Vilma Bispo.
O que sei - é que o bom senso prevalecerá! O diálogo é algo que é da essência de quem é realmente líder, e mais contente fico, quanto vejo que Ibitupã tem jeito, por quê? Novas lideranças surgem para serem protagonistas das mudanças que o distrito tanta almeja - e quando se fala de mudanças, não é apenas mudança na alternância de poder. É uma nova atitude! Abandonar as paixões políticas - péssimas conselheiras - e que são capazes de bestificar, de imbecilizar os homens para fraseando Nelson Rodrigues, é o mesmo que afirmou que "toda unanimidade é burra". Quão maravilhoso é ver isso se concretizando, força, união, coragem e muita luta - Oxalá. E que a Vaca Profana como canta Caetano, jogue o leite mal na cara dos caretas, dos tumultuadores, dos politiqueiros, dos parasitas de plantão, dos ladrões de sonhos, estes que inibem os sonhos de muitos, infectados por bactérias egóicas. Ibitupã está de parabéns!!! Não é em todo lugar, em toda geração que se têm pessoas do nível de Vilma Bispo e Amauri Leão. Aproveitando o ensejo, desejo a todos um FELIZ DIA DOS PAIS! 

Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.

domingo, 7 de agosto de 2016

A OPERAÇÃO CAÇA POBRE.

Você é obrigado a ir na festa da democracia.
Por: Pericles Gomes.
Imagem: Internet.

É chegado a hora. A hora do voto. A hora que os lobos disfarçado de cordeiros passam a correr contra o tempo, a busca de conquistar os seus objetos - na pretensão de ser o melhor para sua gente e para sua cidade. Esta operação dar-se a alcunha de Operação Caça aos Pobres! Verão os bate-bocas, amigos brigando, as vizinhas que até poucos dias estavam de bem, agora, abespinham-se por um qualquer "Ibicuí Sem Medo" ou um "Trabalho Continua...". As pessoas não aprendem mesmo. É de geração para geração. Em relação aos candidatos, os tapinhas nas costas não podem faltar - Quem manda aqui sou eu - é a mensagem subliminar. Os sorrisos forçados hão de aparecer conquistar eleitores carentes, o bafo de pinga hão de suportar, isso é importante, porque o que todos querem é chagar ao Poder.
Quem quer ver o Trabalho Continuar... Ibitupã viu o trabalho, e o pessoal orgulhou-se em ter na gestão do atual governo - meia duzias de lixeiras - e depois disso, os ibitupaenses educaram-se e passaram a não jogar mais o lixo nas ruas. Parabéns que obra impactante. Aos que na esperança de uma Ibicuí Sem Medo, aceitará tudo? Esperam-se desta vez, que tenhamos projetos que vise a melhoria da vida dos munícipes, principalmente, os mais humildes - senão, independente do resultado, é uma esperança que já nasce morta. E tem aquele tipo de eleitor da zoeira. Alguém me contou, e o mesmo não é de mentira. Que certa feita um eleitor disse no comício do saudoso Cornélio: - Deste jeito vou votar em Marcos. - e concluiu. - Os comes água de Cornélio tá muito fraco.
Questione porque durante os quatro anos, os ibitupaenses não contou com transporte para trafegar até Ibicuí? Para tal, as pessoas desembolsavam R$ 80,00 ou 100,00 reais. E em apenas um dia de convenção - transporte não faltou. Espera! Teremos os comícios e aí teremos carros demasiadamente - e as carreatas agora? É coisa de maluco! 
Não pensa tu que verás propostas - apenas ataques cruéis! Vamos comer água! É chegado a hora dos paredões e o medo? Os que ficam em cima do muro, espera o momento certo para pular, qualquer passo em falso já era! Não se pode perder a mamata. E terá algo do tipo? Ciclano pulou para o candidato B, então B está forte, conclui-se. Quando vamos apurar quem é Ciclano, é alguém da elite que não tem capacidade nem de sair candidato a vereador - porque isso? Tem dinheiro. E o pobre não conscientizou a ainda que ele tem o poder, sua casa é apinhado de gente: Mãe, pai, irmãos, primos... São votos. E Ciclano? Dani-se. Se eles ganharem terão secretárias e tu? O que terás? Bom domingão olímpico para todos!


Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

CONVENÇÕES EM IBICUÍ DECIDEM OS CANDIDATOS QUE DISPUTARÃO O PLEITO DE 2016.

Convenção do PSD.
Por: Adenilson de Oliveira.
Imagem: Internet.

Neste domingo (31), o Partido Social Democrático (PSD), homologou a candidatura de Marcos Galvão, o candidato a vice-prefeito será Salomão (PSDB), a indicação do vice foi do ex-secretário Rony que por sua vez, é sobrinho do saudoso ex-prefeito Abel Cornélio que faleceu em 2013. Marcos Galvão prepara-se para a segunda disputa ao executivo municipal de Ibicuí (BA). Já que em 2012, o mesmo perdeu para atual força política que governa, e que é, encabeçada pela prefeita Gilnay Santana (PTN), também estará na disputa em 2016. Marcos Galvão é empresário, ou seja, é dono do bloco Brega Light.
Gilnay e Sérgio.
Na mesma tarde, o Partido Trabalhista Nacional (PTN) também homologou a candidatura da atual prefeita Gilnay Santana que terá como vice, Sérgio Barbosa (PDT), o mesmo é pecuarista e filho do ex-prefeito de Ibicuí, Theopompo. A prefeita que assumiu o governo após a morte do seu antecessor é pedagoga, e terá que trabalhar e muito, principalmente nos distritos, onde não tem a simpatia dos distritenses. Assim, Ibicuí terá três projetos a ser apreciado pelos ibicuienses, o outro projeto, é do jovem Sillas Prado (PSOL), que em convenção realizada no sábado também indicou o pré-candidato a vice-prefeito, que é o ibitupaense, Leandro Bahiah.


Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.

domingo, 31 de julho de 2016

PSOL INDICA EM CONVENÇÃO O NOME DE LEANDRO BAHIAH A PRÉ-CANDIDATO A VICE-PREFEITO DE IBICUÍ.


Sillas, Bahiah e Pedro.
Por: Kallil Diaz.
Imagem: Internet.

O PSOL - Partido Socialismo e Liberdade decidiu os pré-candidatos que irão participar do pleito em 2016, a indicação se deu na tarde deste sábado (30), na convenção que foi realizada no Colégio Dr. Manoel Novais, na cidade de Ibicuí (BA). Desde do dia 8 de abril que o partido já tinha anunciado o nome do jovem Sillas Prado a pré-candidato a prefeito e, faltava indicar apenas quem seria o vice. E o partido decidiu que o nome do pré-candidato a vice é o do poeta, compositor e colunista Leandro Bahiah (31). O escritor tem contos publicado na internet, e é um crítico ferrenho do atual governo da prefeita Gilnay Santana (PTN), e ao lado de Pericles Gomes vem criticando há anos a disputa bipolarizada: "Este tipo de disputa fere a democracia e acaba inibindo o surgimento de novas lideranças", disse ao IN o compositor que no momento trabalha e cursa pedagogia na cidade de Vitória da Conquista.
João Victor, Sillas, Bahiah e Pedro.
O nome de Leandro Bahiah foi uma estrategia do partido, uma vez que, o mesmo há mais de 17 anos mora no distrito de Ibitupã, onde segundo o pré-candidato a vice, sua consciência artística, política e crítica despertaram-se, vendo as mazelas, a inaptidão dos representantes e o desejo dos mesmos sempre querer perpetuar-se no poder. Bahiah (PSOL) é um critico da prática da velha política e é um daqueles que defendem que os políticos tem que ouvir ao invés de falar. "O problema é este, o povo quer ouvir - ouvir só quando necessário. O povo de fato é que tem que falar, expor suas dores, os anseios, quais são as suas reivindicações". Leandro Bahiah conheceu Sillas Prado aproximadamente há dois anos por intermédio de um amigo comum, Pericles Gomes, o segundo, até pouco tempo era presidente do PSOL. O pré-candidato disse que em breve dirá aos ibicuienses e, principalmente, aos ibitupaenses o por que do rompimento com o projeto de Marcos Galvão (PSD).
Indagado como ficaria a situação em Ibitupã adiantou-se logo em esclarecer: "O grupo continua firme, forte, unido e organizado em torno de um projeto que está bastante cristalino: eleger Amauri Leão, enquanto aos outros impasses que por ventura aparecer. Será resolvido no diálogo, e cada um defenderá o que será melhor para Ibitupã, e por isso, que admiro o PSOL". Leandro Bahiah já voltou para Conquista. Acredita-se que articulação no distrito de Ibitupã ficará a cargo da presidenta do partido, a sua irmã, Edilene Bahiah e do tesoureiro do partido, Pedro Henrique que vem costurando as alianças com a juventude. Conheça um pouco mais da biografia de Leandro Bahiah e de Pericles Gomes.


Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr. 

sexta-feira, 29 de julho de 2016

AINDA BEM QUE AQUI NÃO É A VEJA.

Por: Leandro Bahiah.
Imagem: Internet.

Causou-me espécime “O Direito de Resposta” do ex-vereador que foi prontamente concedido, isso, foi em virtude de uma matéria de minha autoria que foi publicada no domingo (24) aqui neste mesmo espaço. No meu ponto de vista, descabido, uma vez, que não ataquei a honra do autor da resposta e muito menos causei dano material, moral ou de imagem ao mesmo. 
Comentarei o direito de resposta em questão, respeitando é claro, a opinião do autor do Direito de Resposta, porém discordando tenazmente em alguns pontos onde no meu ponto de vista – houve dissenso.  Exercendo o direito que me assegura o Art. 5º, inc. IV da CF 88. Como foi assegurado ao autor do pedido de resposta com base no Art. 5º, inc. V da CF 88.
Preocupação com o nome de vossa senhoria? Nenhuma. É a primeira vez que se escreve uma matéria a seu respeito nestes quase quatro anos de existência do IN, se não me falhe a memória. Sempre contei com o ex-edil na disputa, e no momento, que fiquei sabendo por fontes confiáveis da reunião e da desistência da possível candidatura, quis informar os nossos leitores. E fiz sim suposições que a qualquer momento poderia ser esclarecida e como teve oportunidade de fazer, não o fez, permita-me, entretanto, não como direito de resposta, um artigo quiçá. Jamais usei de má fé – todos de Ibitupã – conhece minha índole. E o autor do pedido  de resposta tem o meu respeito e o respeito da minha família. Errou na interpretação. Quando disse que o senhor se afastou do povo – foi no sentido de ir as casas, ouvir o clamor do povo, escrever artigos denunciando os absurdos do atual governo e dando entrevistas e sugestões (mostrando os pontos críticos do governo). Eu sei do seu assistencialismo – e que fez muito bem as pessoas necessitadas - ajuda mútua – assistencialismo não, ajuda. Desculpe-me, assistencialismo quem faz é o PT. E saiba que sua ajuda ao povo não me contraria em nada, engana-se ao pensar contrário a isso.
Meus interesses? é tão somente informar e conscientizar os ibitupaenses – é fato. O povo me conhece. Nunca passei por cima de quem quer que seja para conquistar os meus objetivos. Derrubei alguém para estudar em escola pública? Burlei o Enem? Tramei contra os concorrentes e consegui uma bolsa no Prouni? Não é da minha índole – esta não cola. Este trecho é interessante veja o que escreve o autor do direito de resposta: “Em tempo, quero agradecer ao autor dessa matéria, que mesmo sem ter a intenção, consolidou o meu nome como homem íntegro e honesto”. Mesmo sem ter a intenção? E se eu tivesse atacado a honra de vossa senhoria, levaria na esportiva e não me processaria? Já que foi sem intensão? Já que numa simples matéria pediu direito de resposta? Não tenho nada contra vossa senhoria, e não foi a atoa que minha família e eu, deu-lhe por vezes o voto e o apoio.
O adequado seria o seguinte: Leandro não teve reunião e não disse que não seria candidato. Ponto. E se houve reunião? Leandro teve reunião, porém as razões não foram aquelas citadas por você sobre a minha desistência – foi assim... Agora fazer uma reunião para falar se estava em dúvida se seria ou não candidato? E, que bom, que meu artigo o estimulou a entrar na disputa, e assim, o debate de ideias será mais qualificado. 
Quando soube da possível desistência, a próxima etapa seria, como nós nunca tivemos diferenças e não temos, e queremos uma Ibitupã melhor – chamaria vossa senhoria para apoiar nosso projeto – Amauri – afinal se o apoiamos em muitas outras oportunidades, seria perfeitamente compreensível, e plausível até, o seu apoio agora, assim penso eu.
E um conselho, alguém que já ocupou cargos públicos, e é político e pretende voltar a ocupar cargos públicos, e não está pronto a receber críticas quando necessário, nem tão pouco o nome citado em um blogue, soa um quanto – anormal, permita-me dizer. No mais, é agradecer ex-vereador, pois, o IBITUPÃ NEWS não é a Revista VEJA, lá pode-se falar do PT e, quando provocada – vem com uma tal de imprensa livre e livre expressão do pensamento. E o direito de resposta? Balela. É preciso entrar com medida judicial. No mais, aprenda com o seu filho que me respondeu com elegância expondo sua opinião contrapondo-me e, não os respondi porque não tenho hábito de comentar post sobre meus artigos – e também, em respeito as opiniões dos internautas. Forte abraço a todos! E não esqueça internautas sua opinião aqui é levado a sério. Viva ao debate! Viva a democracia! Fora Temer!
* Veja mais trabalho de Leandro Bahiah.


Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

CONSELHOS PARA O VEREADOR ROMOALDO SARMENTO.

Romoaldo Sarmento.
Por: Pedro Henrique. 
Imagem: Internet. 

O nosso querido edil, aquele mesmo que têm dois projetos, lembra-se? Pois é. Aquele mesmo, personagem do artigo de Bahiah. No momento encontra-se feliz da vida. E qual é o motivo desta súbita alegria? Foi um doce canto que ouviu recentemente. E que canto! Nada mais do que uma promessa. Promessa? Exatamente. E não é um título de alguma música destas que está na moda - de alguma dupla de sertanejo universitário, em absoluto. É a promessa que o mesmo teria uns 200 a 250 votos em Ibicuí. Quem é este? E quem prometeu esta belezura toda? Calma internautas! Vereador, eu sinceramente não sei como funciona promessa entre políticos, porque entre políticos e o povo - é furada, eu que bem sei disso. Salve raríssimas exceções. Continue pedindo voto aqui em Ibitupã moço, você trabalhou demais - o povo há de reconhecer isso.
O vereador é Romoaldo Sarmento (PP) queridos e queridas internautas. É o nosso querido edil ipiauense, pecuarista e na eleição de 2012 declarou 0,00 de bens. E e a promessa sabe quem fez? Vamos lá - foi a nossa prefeita de Ibicuí, isso, a chefe do governo de pequenos reparos, está bem, Trabalho e Compromisso, está satisfeito? Então, é ela mesma, a sua excelência, - a mamy poderosa, Gilnay Santana (PTN). Segundo informações a prefeita teria prometido ao edil que o mesmo ficasse despreocupado, que ela garimparia uns 200 votinhos para o nosso produtivo vereador. Será que Romoaldo Sarmento é o homem de confiança de Gilnay? Só pode. Ele fora o rapaz de confiança do saudoso Cornélio. Então conclui-se que o vereador abandou o grupo de Cornélio? A música que toca é esta - Trabalho e Compromisso, para quê mudar hein vereador? Que continue a dança.
Todavia, deixarei um conselho: não fia-se nesta promessa muito vereador - e quando vem de político - aí kkkk é melhor repensar. Não sei se vossa excelência me entende? Como vão ficar os futuros candidatos que apoiarão a prefeita sabendo que a mesma se empenhará na sua campanha? Se eu fosse candidato que apoiasse Gilnay ficaria muito desapontado. Acredita mesmo que Gilnay Santana no palanque irá dizer: - Meu povo vote no meu candidato a vereador, Romoaldo? - kkkk vai não. Eu não entendi por que esta sua preocupação em conquistar votos na sede? Bom, o conselho está dado, viu? Mas não custa tentar, e quem sabe que algumas pessoas de Ibicuí votem mesmo no senhor? - vai que cola? Era só isso querido edil - precisava alertá-lo.

Diretor-presidente: Pericles Gomes. Edição e Revisão: Adenilson de Oliveira. Produção Executiva: Jailton Silva Gomes. Direção de Pauta: Leandro Bahiah. Direção de Arte: Pedro Henrique. Marketing e Propaganda: Abel Meira Gomes. Colunistas: Pericles Gomes/Leandro Bahiah/Pedro Henrique/Kallil Diaz e Professor Teto. Colaboradores: Jamilson Campos/Henrique Alexandria e Josenaldo Jr.